A luz dos olhos teus

Era um olhar diferente, misterioso talvez, prendeu-lhe atenção por alguns minutos, mesmo que depois não pensasse mais nele. E ainda que algum tempo sem ver,  ao fitar novamente causava-lhe sempre o mesmo efeito,  como se deixasse uma marca, um rastro,  algo lhe fazia desejar mergulhar naquele mar negro e descobrir o que havia dentro dele. E nem uma tarde chuvosa trazia de volta a lembrança daqueles olhos, o momento passava e tudo voltava ao normal. Ela não sabia o que era, e ele talvez não fizesse idéia, mas algo uniu aqueles olhares, ainda que por razões e mundos diferentes, idéias e intensidades distintas, o fato é que imperceptível não foi para nenhum dos dois lados. Sem que ninguém se desse conta, algo mais que o olhar fez com que ela se encontrasse pensando  no que havia passado, o momento não era mais esquecido como era de costume. Ela sonha, ele talvez nem se lembre, mas a luz persiste e insiste em iluminar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: