Os bons morrem jovens

Eu te encontrei hoje ao fim da tarde, te dei um pouco de atenção e briguei porque você me mordeu, bronqueei porque você arranhava o sofá e rolou pelo chão brincando com o chinelo. Era a última vez que eu te veria assim, era o último momento mais feliz de nossas vidas antes de você ir embora tão subitamente e sem explicação.  E agora daria o que eu pudesse para ver outro arranhão no sofá, levar outra mordida e coçar meu nariz com os pêlos espalhados pela casa, porque era cedo demais…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: