Caminhos cruzados

Ah você não faz idéia… eu pensei que era simplesmente apaixonada, mas estranho é perceber que esse sentimento não morre e não se assemelha nem um pouco com uma paixão. Estranha ligação aparentemente unilateral… Sentia tua presença à distância e, quando se aproximava, roubava-me as palavras. Passaram-se longos meses, mais de um ano, e esse sentimento ainda vive como uma flor que não necessita de água.

Vives longe, solto e livre como deve ser. A única certeza que me acomete é de que esse breve encontro, aparentemente superficial, não foi em vão. E quando tudo parece adormecido, uma simples menção faz questão de trazer tudo à tona, simplesmente porque és inesquecível.

É possível que realmente não faça idéia de que isso que me trouxeste é um tesouro único: o brilho de tua alma.  Talvez seja mesmo unilateral sabe-se lá por qual motivo, talvez não seja. Certo mesmo é que te quero bem aonde quer que esteja, até o dia em que nossos caminhos se cruzarão outra vez, nessa ou em outra vida.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: