Caminhos cruzados

Ah você não faz idéia… eu pensei que era simplesmente apaixonada, mas estranho é perceber que esse sentimento não morre e não se assemelha nem um pouco com uma paixão. Estranha ligação aparentemente unilateral… Sentia tua presença à distância e, quando se aproximava, roubava-me as palavras. Passaram-se longos meses, mais de um ano, e esse sentimento ainda vive como uma flor que não necessita de água.

Vives longe, solto e livre como deve ser. A única certeza que me acomete é de que esse breve encontro, aparentemente superficial, não foi em vão. E quando tudo parece adormecido, uma simples menção faz questão de trazer tudo à tona, simplesmente porque és inesquecível.

É possível que realmente não faça idéia de que isso que me trouxeste é um tesouro único: o brilho de tua alma.  Talvez seja mesmo unilateral sabe-se lá por qual motivo, talvez não seja. Certo mesmo é que te quero bem aonde quer que esteja, até o dia em que nossos caminhos se cruzarão outra vez, nessa ou em outra vida.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: