Um dia de chuva

Um dia chuvoso, uma livraria fechada e dois sorrisos iniciantes. Um beijo no rosto seguido de um tímido abraço. Dois guarda-chuvas caminham pela rua a procura de cadeiras. Eles se fecham e os cotovelos se apóiam na mesa, os olhos se encontram e uma afinidade se estreita. As bocas produzem sons, as mãos seguram copos, os olhos se comunicam e os pensamentos se conectam na fluidez natural da noite. Os cotovelos saem da mesa, os guarda-chuvas se abrem e andam lado a lado prolongando a agradável conversa ao longo do caminho até a despedida, outro beijo no rosto, mais um abraço e a agradável sensação de uma amizade nascente. Alguns dias, algumas semanas e um novo encontro. Um cruzar de olhares, uma conexão de ideias e um encantamento. O desejo de outro encontro, dias de expectativas e mais conversas. Outro dia, outro encontro, uma deliciosa troca de palavras e um beijo na boca, um prolongado e quente beijo. Mais encontros, toque de mãos e entrelaçar de dedos. Mais beijos, mais conversas e mais desejos. Uma hesitação, um medo e uma sucessão de medos. As mãos se separam, os olhares se desviam, a saudade aperta e as lágrimas se libertam.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: