MT – Diário de Bordo: da teta da vaca ao bacon gigante

Hoje o diário de bordo será mais curto, nem sei bem o que está acontecendo com os protestos e bloqueios de estrada por aqui. Mas ao menos durante a noite passada liberaram por um período para deixar os carregamentos chegarem à cidade, os postos já têm gasolina outra vez e não faltará comida no mercado!

Depois de um sono agitado e não muito tranquilo, acabei acordando tarde, 10 horas da manhã o sol já estava de matar (está achando muito calor em São Paulo? Então nunca venha para o interior do Mato Grosso!), fui buscar a bicicleta da Vanessa lá na Agritex (a loja que vende os monstrinhos colheitadores e tratores) e andei por aí, enfiei-a na lama, entrei no meio do mato e fui atacada por formigas, mas consegui boas fotos de pássaros em pleno voo.

A Vanessa estava puro stress por conta de uma auditoria na loja, e eu só apareci por lá mais tarde depois que tudo acabou. Para desestressar, Diego foi nos buscar para tirar leite de vaca! E enfiamos aquela bike dentro do carro, não sei como entrou (e nem como tiramos depois!) e lá fomos para o sítio. Chegamos a tempo de ver o pôr do sol, incrivelmente belo e reconfortante. As vacas foram tiradas do pasto e então lá fui eu extrair o leite das pobres vaquinhas. Os donos do sítio são gente muito simples e acolhedora, e eu ainda saí com quatro litros de leite, que a Vanessa vai ferver pra mim e congelar para que eu possa levar. É obvio que não fui eu quem extraiu esses quatro litros, eu jogava mais lente fora do que dentro do balde (não, eu não tive coragem de tomar o leite recém-extraído), o leite que levei foi tirado com aquele o aparelho de sucção elétrico (tem nome pra isso??), foi bem divertido!

Já era de noite quando fui ver o maior bacon do mundo! Um porco de 300 kilos, com quase dois metros de comprimento e na altura da minha cintura. Medo! Entrei no chiqueiro com a Vanessa e mexi no bichinho… tentei não pensar que ele está sendo engordado para o abate. Quero acreditar que a carne que como é produzida no mercado! Tão simpático o “porquinho” gigante! Me diverti! Essas caipira de cidade grande…

Depois fizemos um parto para tirar a bicicleta do carro, ela entrou mais fácil do que saiu! A noite terminou em pizza na casa do Diego. E amanhã é dia de fazenda!

Anúncios

2 Respostas to “MT – Diário de Bordo: da teta da vaca ao bacon gigante”

  1. Pois é vivendo a vida em sua plenitude. A vida não é virtual, computador é bom mas não se compara ao que a vida tem de melhor, pessoas amigas e amadas e natureza bela e somples

  2. Diego L. Weber Says:

    HAUAHUAHAU Me lembro disto =P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: